Tipos de Face Amarela


TIPOS DE FACE AMARELA

Fulvio Lucietto

juiz OBJO 

 

     Primeiramente, o comportamento hereditário de um gene deve sempre ser analisado em relação à um gene equivalente, principalmente quando se trata de uma das séries chamadas de "Alelos Múltiplos", em que o gene apresenta, além do estado selvagem, mais de um estado mutante diferente.
     No caso das mutações que produzem o aspecto visual Face-Amarela, embora elas apresentem comportamento hereditário de codominância sobre o azul (que é a forma mais recessiva dessa série específica de alelos múltiplos), são completamente inibidos pela ação do gene selvagem (verde) quando confrontados com o mesmo, o que mostra um comportamento de recessividade em relação ao gene nativo (selvagem).
     O Face-Amarela Cobalto Tipo I, tem como característica, além de uma tonalidade mais fraca de amarelo, o fato de o exemplar homozigoto (2 fatores) apresentar a face completamente branca, indistinguível em relação aos exemplares azuis.
     O Face-Amarela Tipo II, tem realmente a tonalidade do amarelo mais intensa, além do fato de o exemplar homozigoto (2 fatores) também ter a face amarela (diferentemente dos exemplares do Tipo I), só que o pigmento amarelo se restringindo basicamente à face, sem infiltração pelo corpo.
     O que eles chama de "Face-Amarela" Tipo III é a mutação "Australian Yellow-Face", conhecida também como "Golden-Face"ou "Face Dourada".
     Os Golden Faces tem a intensidade do amarelo mais forte, das três mutações e também tem como característica a presença de pigmento amarelo restrita à face nos exemplares homozigotos.
     Na realidade, todas as mutações que produzem o aspecto visual (fenótipo) face amarela, apresentam um "defeito" na constituição do pigmento amarelo, o que faz com que esse pigmento se apresente em menor quantidade do que nos exemplares selvagens (verdes).
     Pois bem, se essas mutações apresentam "defeito" na produção do pigmento amarelo e, portanto uma diminuição na quantidade desse pigmento, não teria sentido dizer que os exemplares que apresentam um gene de verde e um gene de face-amarela (Verde portador de face amarela, sim, é possível usarmos essa denominação) tenha uma maior intensidade na tonalidade do amarelo da face, uma vez que o gene face-amarela diminui a produção de pigmento amarelo, e não aumenta.
     Nas exposições aqui no Brasil, os exemplares golden faces heterozigotos (com apenas 1 fator) também são julgados na série face-amarela.
     Espero ter colaborado para o esclarecimento das dúvidas!
     Grande abraço à todos!



FILHOTES À VENDA INCLUSIVE DESCENDENTES DO LUTOLF
ENVIO PARA TODO BRASIL

Brasil English

© Copyright 2010, Periquitos®. direitos reservados - Produzido por Dinamicsite